0
(0)

Descongelamento de recursos; novo corte de bolsas; remanejamento de recursos; nova carteirinha de estudante e defesa de escolas cívico-militares. Saiba o que aconteceu nesta semana

1. MEC pode descongelar recursos nos próximos 2 meses

Foto da fachada do Ministério da Educação (MEC), em Brasília

Na última quarta-feira, 04, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que parte dos recursos das universidades e institutos federais de educação pode ser descontingenciada nos próximos dois meses. 

Ainda não há previsão do valor exato, pois a quantia ainda está em estudo pelo MEC. 

Saiba mais: AQUI

2. Capes corta 5.613 bolsas a partir deste mês e prevê economia de R$ 544 milhões em 4 anos

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) anunciou na última segunda-feira, 02, o corte de 5.613 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado no Brasil. Ao todo, a Capes deixará de oferecer 11 mil bolsas.

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta tarde que, em 2020, a instituição terá metade do orçamento  de 2019. Ainda relativo a proposta de orçamento, a perda prevista pelo MEC é de 9%.

Saiba mais: AQUI 

3. Bolsonaro defende escolas cívico-militares para cidadão não depender de programas sociais

O presidente Jair Bolsonaro defendeu, na última quinta-feira, 05, a necessidade das escolas civico-militares para que as pessoas não dependam de programas sociais.

“Nós não queremos que essa garotada cresça e, no futuro, seja um dependente até morrer de programas sociais do governo”, afirmou o presidente Jair Bolsonaro.      

Leia mais: AQUI

4. Pagamento de bolsas de pesquisa não está garantido, diz secretário

Em audiência pública no Senado, o secretário-executivo do Ministério da Ciência e Tecnologia, Júlio Francisco Semeghini, afirmou na última quinta-feira, 05, que o remanejamento de R$ 82 milhões do ministério para o financiamento de pesquisas não garante o pagamento de bolsas até o fim do ano.

Leia mais: AQUI

5. Governo lança cafrteirinha estudantil gratuita para concorrer com UNE

Jair Bolsonarom, ministro e criança em cerimônia de lançamento da nova carteirinha de estudante
Presidente Jair Bolsonaro, Ministro da Educação e criança em cerimônia de lançamento da carteirinha (Foto: Agência Brasil)

Nesta desta sexta-feira, 06, o governo federal lançou a carteirinha ID Estudantil. O documento é válido para estudantes da educação básica, tecnológica e superior.

O novo formato será digital. O estudante poderá fazer download em aplicativo no Google Play e na Apple Store de forma gratuita. Hoje, essas carteirinhas são emitidas por colegiados estudantis, que podem fazê-lo por meio de pagamento de taxa. Essa é uma das formas de arrecadação de tais entidades.

Saiba mais: AQUI

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Marcelo Lima
por Marcelo Lima
Marcelo Lima trabalha para colocar estudantes na sala de aula há mais de 20 anos, como profissional de marketing educacional já trabalhou com mais 250 faculdades. É um dos pioneiros do EAD no Brasil e busca sempre os melhores conteúdos em forma de cases e novas ferramentas para os canais da Quero Educação.