O valor ideal de investimento em redes sociais na educação é uma dúvida de muitos gestores. Entenda o que deve ser levado em consideração na hora de investir

No Brasil, 96,2% dos usuários de internet têm perfis em redes sociais. Atento a essa porcentagem, o setor da educação finalmente passou a investir em Marketing Digital para alcançar seu público-alvo. De acordo com dados da EduTrends 2016, 81,3% das instituições de ensino participantes da pesquisa investem em Marketing Digital. 

Sem posicionamento web a atração de alunos se torna mais difícil. Antes de tudo, o aluno tem de enxergar a IES. Só então começará a considerá-la como opção que satisfaça suas necessidades de aprendizagem.

Pelas mídias sociais, inúmeros usuários, sobretudo seus futuros alunos, poderão ter um vislumbre de como é estudar na sua instituição. Portanto, estar disposto a investir nisso é requisito básico.

A importância das redes sociais na educação 

Plataformas como Youtube, Facebook e Instagram são usadas por quase todos. Essas redes promovem a colaboração, networking, compartilhamento e geração de conhecimento e conteúdo, o que, para a educação superior, tem muito valor.

Para o seu público-alvo, é mais fácil e conveniente acessar informações e se comunicar por essas redes.

Investir mais na presença digital, além de ser uma estratégias de captação inteligente, é mais uma forma de oferecer informações online para alunos indecisos.

A pesquisa conduzida pela QS World University Rankings mostra que um número crescente de futuros alunos vem usando mídias sociais para pesquisar universidades. Para 26% dos sul-americanos, as mídias sociais são importantes na busca de universidades e cursos – tal porcentagem é maior do que a da Europa, América do Norte e Ásia.

Os alunos têm respondido positivamente às campanhas de marketing inspiradoras e com histórias pessoais. Isso significa, por exemplo, que você pode ter estudantes matriculados falando para um público sobre como é o laboratório, o ambiente de ensino, entre outras características de sua instituição. Eis um exemplo de campanha personalizada e transparente. 

Outros motivos

  • Comunica a autoridade da IES;
  • Demonstra a autenticidade da instituição;
  • Fornece suporte e responde às perguntas;
  • Aumenta o crescimento da IES a um custo razoável;
  • É um investimento que traz retorno.

Quanto investir em redes sociais na educação?

No início do artigo, dissemos que cerca de 80% das IES investem em estratégias de Marketing Digital, certo? Muito bem, quase 42% delas direciona até 10% do orçamento total de marketing nas ações digitais, que incluem a publicação em redes sociais (com 94,1% da preferência). 

Talvez você queira e tenha condições de investir a mesma porcentagem, em todo caso, existem fatores para te auxiliar a decidir. 

  1. A estrutura da campanha

Uma típica campanha de mídia social pode ser dividida em 4 ramos:

Engajamento social – compartilhar conteúdo e interagir com o público-alvo (responder a comentários e mensagens e curtir postagens);

Criação de conteúdo para ter o que compartilhar nos canais de marketing, é preciso criar conteúdo (posts de blog, infográficos, vídeos virais, imagens, entre outros);

Publicidade paga as plataformas sociais fornecem formas de publicidade paga que podem ser utilizadas para direcionar o tráfego diretamente para a página da sua IES (anúncios do Facebook, Google e Instagram Ads, entre outros);

Análise de dados – a métrica é a chave para o aprimoramento. Você precisará investir em ferramentas que agregam, rastreiam e medem os sucessos e fracassos dos itens acima.

O passo seguinte é responder às seguintes perguntas:

  • A quantas plataformas sociais a IES vai aderir?
  • Quanto conteúdo será preciso criar?
  • Que tipo de mídia (vídeos, postagens de blog, imagens) será preciso criar? Serão necessários design gráfico, produção de vídeo ou fotógrafo?
  • Será utilizada publicidade paga?

    2.  Gerenciamento de projeto

É preciso definir as metas e métricas, além de criar e gerenciar uma estratégia que resulte num alto ROI.  Os eforços devem ser direcionados ao engajamento nas redes. Para isso, é necessário a criação de conteúdo, campanhas de mídia paga e análise de dados para garantir que você alcance os resultados que procura.

    3.  Execução

Alguém vai ter de postar conteúdo, interagir com o público e fazer contato com “influencers” para expandir a marca da IES. Portanto, talvez você queira contratar um profissional ou agência. Ambos mantêm o público engajado com informações e atualizações pertinentes sobre a IES, respondem às dúvidas, monitoram análises de dados e gerenciam as plataformas sociais.

também existe um cálculo de ROI para saber o retorno do investimento em redes sociais

ROI – Return on Investment

Se você já dedica ou pretende dedicar recursos às campanhas de marketing, certamente quer saber qual é o retorno disso. Então, o ROI é o indicador que mostra o retorno obtido com o investimento nas redes sociais (ou em qualquer outra ação de marketing, seja online ou offline).

Também segundo a EduTrends, 69,3% das instituições consideram o ROI em Marketing Offline muito ou moderadamente positivo. O valor é ainda maior no Marketing Digital: 82,4%

Calcular o ROI te ajuda a compreender se as campanhas estão atraindo e captando o número desejado de alunos. Mas, como fazer esse cálculo para mídias sociais?

Utilize a seguinte fórmula: 

ROI = (receita – custo / custo) x 100

Exemplo: você investiu R$100 em anúncios do Youtube para a sua IES. Semanas depois, os anúncios trouxeram ganho de R$1.000 em inscrições na IES. Então: 

ROI= (1000 – 100 / 100) x 100

Desse modo, o retorno do seu investimento em anúncios no Youtube é de 900%, isto é, a R$1 investido, você recebe R$9 de lucro.

O resultado final é sempre em porcentagem, o que facilita comparar o ROI de diferentes ações ou estratégias.

A partir do resultado do cálculo do ROI, você pode analisar: 

  • O que pode ter influenciado esse resultado?
  • Os investimentos de alto retorno têm algo em comum? O quê?
  • As ações de alto retorno têm algo que possa ser utilizado nas outras ações?

Fazer marketing nas redes sociais é um meio de atingir o público-alvo

No contexto da educação, as plataformas sociais são uma fonte de informação altamente influente para futuros estudantes que estão escolhendo o curso e a instituição.

Enquanto Facebook, Instagram e YouTube lideram o grupo, a popularidade cresce em torno de outras plataformas que muitas universidades ainda não utilizam como parte de suas estratégias de marketing e captação.

Se você quer mirar no lugar certo e atingir seu público-alvo, precisa investir em estratégias de marketing digital que incluem campanhas para redes sociais

Comece com um pequeno investimento e calcule o ROI para saber quanto teve de retorno. Aos poucos, é possível fazer ajustes, investir mais ou menos e em diferentes canais. Não éxiste receita de bolo. Em resumo, é preciso planejar, executar e ajustar.

Para saber mais, acompanhe os demais artigos do blog da Quero Educação e baixe o guia definitivo para criar um relatório de ROI

 

 

Marcelo Lima por Marcelo Lima