Conheça os recursos educacionais abertos e saiba como usar em sua instituição de ensino

Diversas instituições de ensino utilizam-se dos recursos educacionais abertos (REA), mesmo sem saber o que isto significa. Afinal, com a internet e a tecnologia cada vez mais presentes nas salas de aulas, novos termos surgiram para conceituar as práticas educacionais.

Em resumo, os recursos educacionais abertos (REA) estão relacionados ao uso legal de materiais de apoio e ferramentas educativas no processo de aprendizagem. No entanto, nem tudo que está disponível na internet é “aberto” ao uso. Assim sendo, preparamos este conteúdo para que você entenda melhor este tema. Vamos lá?

O que é REA?

De acordo com uma definição da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO/2002), os recursos educacionais abertos são recursos  de ensino,  aprendizagem e  pesquisa que estejam  em domínio público. Ou seja, recursos que  tenham sido disponibilizados com uma licença de propriedade intelectual e que podem ser utilizados e adaptados por terceiros.


Nesse sentido, todos os materiais disponíveis na internet e que possuam algum tipo de licença bloqueada não são REA. Afinal, um dos princípios básicos do REA é o reuso, ou seja, materiais que podem ser usados por qualquer pessoa, quantas vezes for necessário e podendo também ser compartilhados. 

Assim sendo, os recursos educacionais abertos podem estar nos formatos de:

  • Textos;
  • Imagens;
  • Vídeos;
  • Apostilas ou ebooks;
  • Infográficos;
  • Planos de aulas;
  • Softwares e jogos educacionais;
  • Plataformas digitais etc.

Em síntese, todo tipo de material que complemente o conteúdo no ensino presencial ou na Educação a Distância pode ser um REA, desde que siga as devidas licenças. 

Portanto, é fundamental conhecer a legislação e saber diferenciar o que é ou não REA. Afinal, sua instituição de ensino pode estar replicando um conteúdo ilegalmente sem ter a consciência disso.  Entenda melhor neste vídeo.

Onde buscar informações seguras sobre os recursos educacionais abertos (REA)?

Em 2008 surgiu o Iniciativa Educação Aberta, também conhecido como Projeto REA Brasil. Em resumo, trata-se de uma plataforma que reúne conteúdos de profissionais de diversas áreas e que acreditam na importância dos recursos educacionais abertos. 

Neste portal é possível acessar materiais sobre o REA e outras dúvidas frequentes sobre temas relacionados, como:

  • Domínio público;
  • Conceito de acesso aberto;
  • Software livre;
  • Educação aberta;
  • Direito autoral e etc.

Em síntese, esta é uma fonte de informação de credibilidade e que fomenta o uso de ferramentas abertas e gratuitas no ensino.

Quais as vantagens do REA para sua Instituição de Ensino Superior (IES)?

As vantagens da utilização dos recursos educacionais abertos estão em diversos âmbitos do ensino. Afinal, os materiais de livre acesso e de possível compartilhamento e adaptação servem de apoio para alunos e docentes. 

Além disso, o uso de REA permite a integração da sala de aula com o ambiente digital, local já comum de aprendizado para os estudantes. Dessa maneira, o potencial destes materiais servem tanto para o EaD quanto para o ensino presencial. 

Sendo assim, conheça outros benefícios do REA: 

  • Compartilhamento do material produzido com outros educadores, assim como a utilização de materiais de outras pessoas em suas aulas;
  • Disponibilização do material na internet de forma aberta, permitindo que os alunos revisem o conteúdo a qualquer momento, por exemplo;
  • Inclusão de conteúdos e materiais relevantes para os alunos, independente de formatos, como palestras e seminários;
  • Ampla troca de ideias entre educadores, ampliando assim as formas de ensinar e aprender;
  • Mais acessibilidade e acesso ao conteúdo educacional produzido dentro de instituições de ensino superior e etc.

Nesse sentido, os recursos educacionais abertos também podem otimizar o uso e o custo de materiais didáticos.

Como implantar o REA em sua IES?

Em 2016 foi criado o guia “Como Implementar uma Política de Educação Aberta e de Recursos Educacionais Abertos”, de autoria de Priscila Gonsales, Débora Sebriam e Pedro Markun. De acordo com a publicação, existem alguns critérios para classificar os materiais produzidos dentro de uma instituição de ensino como REA.

Segundo o guia, os materiais devem possuir três tipos de licença abertas ao público. Ou seja, licenças que permitam o amplo compartilhamento e uso tanto por alunos quanto por educadores. São elas:

  • Atribuição Não-Comercial / CC-BY-NC: permite remix, adaptação e recombinação para fins não-lucrativos do material, embora não precise licenciar os trabalhos derivados;
  • Atribuição – Não Comercial – Compartilha igual / CC-BY-NC-SA: permite remix, adaptação e recombinação para fins não-lucrativos do material;
  • Atribuição – Não Comercial – Sem Derivações / CC-BY-NC-ND: permite retenção e distribuição, mas não deixa realizar alterações de nenhuma forma ou uso comercial;

Sendo assim, vale ressaltar que todas as licenças exigem obrigatoriamente a atribuição dos devidos créditos ao autor. Portanto, os materiais farão parte da licença Creative Commons. 

Onde encontrar material REA?

Para utilizar os conteúdos de recursos educacionais abertos cada educador deve selecionar o material que melhor atende à sua demanda. Dessa forma, é preciso realizar uma busca focada, primeiramente, nas necessidades do processo de aprendizagem dos alunos. 

Conheça algumas fontes ideais para localizar conteúdos, materiais e informações sobre o REA:

  1. MIRA – Mapa de Iniciativas de Recursos Abertos: conteúdos de R.E.A. pela América Latina;
  2. Criative Commons BR – plataforma de compartilhamento gratuito e licenciado de R.E.A. em formatos de fotos, vídeos e músicas;
  3. Escola Digital, que fornece materiais separados por séries, conteúdos e diferentes mídias;
  4. Edukatu – a plataforma permite a interação entre professores e alunos;
  5. Domínio Público, a maior biblioteca digital do país. Todas as obras licenciadas estão presentes neste site. 

Pronto para inovar com REA na sua IES?

Agora que você já conhece os recursos educacionais abertos, fique atento aos tipos de conteúdos utilizados em sala de aula. O debate sobre REA está ganhando cada vez mais espaço na educação. Afinal, toda inovação traz novas responsabilidades para as instituições de ensino. 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Bruna Silva por Bruna Silva