Em tempos de confinamento, o vestibular digital se mostra como a melhor oportunidade para as instituições de ensino superior privadas

O isolamento social, medida provisória contra a transmissão do novo coronavírus, já dura mais de 60 dias e tem afetado o setor educacional de maneira inenarrável. Afinal, desde que as aulas foram suspensas, instituições de ensino privado em todo o país migraram os seus cursos para o ensino à distância e enfrentam o desafio da inadimplência, evasão e ineficiência na captação de novos alunos.

Uma das principais razões para isso, além da falta de previsibilidade de futuro para o estudante, é a impossibilidade de realizar os processos seletivos iniciais fisicamente na instituição de ensino. Uma potencial solução para isso, no entanto, é o vestibular digital.

Por meio do vestibular digital os alunos conseguem, diretamente de suas casas, realizar as provas e redação necessárias para a aprovação e ingresso. O recurso ainda oferece segurança na avaliação e fácil usabilidade para o estudante.

Gostaria de saber mais sobre esta nova prática do mercado educacional? Acompanhe a leitura até o fim.

Mas afinal, do que se trata o vestibular digital?

O vestibular digital é uma das muitas possibilidades de ingresso do estudante no ensino superior.

A proposta disponibiliza online, e de modo seguro, as provas de múltipla escolha e redação, necessárias para a aprovação do estudante, bem como para a efetivação da sua matrícula no curso superior desejado.

O uso da tecnologia para a realização de provas online começou a ser comum após o decreto do período de quarentena. Tal metodologia, além de facilitar a vida do aluno, traz diversos benefícios para as instituições.

Para Maria Stela Reis Crotti, Diretora de Relacionamento e Serviços aos Alunos, do Centro Universitário Senac, esta é uma grande oportunidade:

“O vestibular digital vem agregar muito valor a nossas práticas, tanto para a instituição quanto para o aluno. Para a instituição, neste momento em que vivemos, traduz-se como uma forma ágil e desburocratizada de atender a necessidade de seus candidatos, com o envolvimento das equipes em um contexto mais tecnológico. Para o aluno, a praticidade de participar do vestibular de onde ele estiver, sem custos de deslocamento e economia de tempo.”

Ainda segundo Maria Stela, o vestibular é um rito de passagem importante para os que querem realizar um curso superior, e embora sua realização presencial retifique esse momento diferenciado, a tecnologia pode ajudar muito a fazer desse momento, mesmo que com as consequências trazidas pela crise, ainda um dia especial.

Os prós e contras do vestibular digital para a sua instituição de ensino

Considerando o novo perfil do aluno, que está cada vez mais conectado e as atuais circunstâncias causadas pelo quadro de pandemia mundial, faz-se necessário criar novas soluções que atendam melhor aos candidatos e proporcione uma melhor experiência.

Nesse sentido, contar com um processo de vestibular totalmente online é uma forma de atender a essa necessidade, otimizar os processos e reduzir custos.

Prós:

  • Fazer todo o processo de admissão pela internet reduz os gastos com impressões, energia elétrica e muitos outros. É uma forma mais econômica de admitir novos estudantes.
  • Há muito mais rapidez e praticidade quando o processo é online, o que beneficia tanto os candidatos quanto a própria equipe de funcionários da instituição.
  • A satisfação dos candidatos é muito maior, pois o processo não exige o deslocamento até a IES e não é burocrático como um vestibular tradicional. Além disso, a prova pode ser feita a qualquer momento.

Contras:

  • É necessário que o candidato tenha, no momento da prova, os recursos tecnológicos necessários para poder acessar o site e realizá-la.
  • Há risco de fraudes e, se não houver no site uma forma de monitorar o comportamento dos candidatos – como na Admissão Digital da Quero Educação –, não há como assegurar que os resultados sejam confiáveis.
  • Sites pouco intuitivos ou com falhas podem levar um candidato a encontrar dificuldades para se inscrever e até mesmo desistir de se matricular em sua IES.

Segundo Jacqueline Lameza, Diretora Operacional do UNISAL, o vestibular digital é uma tendência positiva para o futuro do setor, não apenas para o período de isolamento social:

“Da mesma forma que as aulas remotas têm se mostrado eficazes durante o isolamento social, essa é mais uma das vantagens que a tecnologia educacional e a internet nos proporcionam. É uma tendência positiva, uma vez que todo o processo pode ser realizado de qualquer dispositivo móvel ou fixo, desde que se tenha acesso à internet.”

A nova grande aposta do setor educacional

Nós convidamos o especialista em tecnologia e inovação e Ted Speaker Arthur Igreja, para falar sobre a importância da tendência para o futuro da educação.

“As perspectivas positivas são de inclusão, de menos gastos para alguns alunos, já que muitos precisam viajar para fazer o vestibular presencial, e essa possibilidade do digital traz certa conveniência e é algo que já estava sendo discutido. Isso é uma antecipação do futuro. É fato que existirão muitas pessoas interessadas em encontrar brechas nesse sistema. Também é possível citar o viés da desigualdade, já que nem todo mundo tem um espaço silencioso e com boa conexão, e isso pode criar uma diferenciação entre os mais privilegiados e os menos, pois quando se tem um vestibular presencial estão todos na mesma sala, no mesmo momento, horário e sob as mesmas condições.”

Vestibular digital da Quero Educação

A Quero Educação oferece a Admissão Digital, uma solução amparada pela legislação brasileira que acompanha o aluno da busca pelo curso até a matrícula e garante à sua instituição matrícula digital disponível 24h por dia. Além disso, acaba com as filas e a burocracia e reduz consideravelmente os custos.

Por meio da plataforma do Quero Bolsa, os candidatos podem realizar as provas do processo seletivo digital a qualquer momento e em qualquer dispositivo com plataforma eletrônica compatível com o sistema, pois o site é responsivo e de fácil usabilidade.

Além disso, são utilizadas tecnologias para conferir a autenticidade de presença dos candidatos, bem como controlar e minimizar fraudes, como identificadores de plágio e ferramentas de monitoramento de atividades do usuário durante a prova.

Com a Admissão Digital, a base de alunos formados aumenta em 50%. Além disso, com processos mais rápidos e sem burocracia, há uma redução no número de desistências durante o processo de admissão. Portanto, essa é uma excelente solução para as IES que buscam obter melhores resultados.

Conclusão

O mundo digital transformou as instituições de ensino nos últimos anos. Dentro e fora da sala de aula, já tornou-se urgente aderir a tecnologia como aliada. O recente cenário de pandemia e isolamento social, reforça ainda mais a necessidade da adaptação e implantação dos recursos tecnológicos.

A aplicação de provas online é uma das tendências de inovação mais fortes do mercado. A opção é mais prática para alunos e instituições, e está gerando redução de custos para as IES e uma experiência melhor para os estudantes.

A tecnologia contribui para dar mais velocidade e precisão nas correções. Além disso, essa possibilidade tornou-se um diferencial diante de um mercado concorrido e competitivo. Pense nisso!

Continue atualizado sobre as tendências educacionais! Conheça outros artigos do nosso blog!

Marcelo Lima por Marcelo Lima